sábado, 30 de outubro de 2010

Até quando?

E mais uma vez o Santos é o centro dos holofotes, não pelo futebol bonito, não pela molecagem (em bom sentido), mas sim por mais uma confusão. Aliás, tem sido assim nos últimos meses, depois que o Santos faturou a Copa do Brasil, só vimos confusões atrás de outras. Onde isso vai parar?

Dessa vez o ocorrido foi no CT Rei Pelé. Os jogadores estavam “comemorando” o aniversário do Zé Love e de praxe jogaram farinha, ovo, essas coisas que todos fazem, até nós mesmos. Porém, no meio de toda brincadeira, vimos algo meio que “sério” - intencional ou não, eu não sei, só sei que foi ridículo de se ver.

Depois dos jogadores terem amarrado o Zé na trave, Marcel começou a “meter” porrada no aniversariante. O Zé pediu a ele que parasse, porém, não foi atendido. Depois, Marcel mais uma vez, começou a chutar bola querendo acertar Zé. Neymar ficou injuriado, e pediu para o Marcel parasse e começou-se mais uma confusão.

O Neymar que todos criticam por todas as confusões que já arranjou, tem que ser elogiado por essa atitude, de querer parar algo que não era mais uma brincadeira. E o Marcel, esse sim, tem que ser “crucificado”, onde já se viu extrapolar e bater em um amigo assim? Brincadeira ou não, tanto faz, mas essa atitude foi totalmente incorreta.

Contudo, parece que já está tudo foi resolvido. Aconteceu como acontece em nossas infâncias, a gente briga com alguém, alguém “apela”, mas depois tudo vira rosas.

Zé Eduardo não pareceu magoado, nem com Marcel, nem com ninguém. Tudo foi perdoado. Claro que, nem por isso, o Marcel não deva receber um puxão de orelha. Mas, é hora de deixar mais um episódio pra trás e não colocar mais fogo na história. Pois a imprensa como todos já sabem, gosta de colocar lenha na fogueira, para que um assunto possa render.

E para finalizar, espero realmente que o Santos deixe essa má-molecagem de lado e parta para a do bem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger