segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Com gol mal anulado, Cruzeiro perde para o Grêmio por 2 a 1.



O início do jogo foi bem pressionado, para ambos os lados, e com muitas faltas. Grêmio chegava mais rápido ao ataque e com um grande poder ofensivo conseguiu abrir o placar com Jonas, porém, ele estava impedido e assim o gol não foi validado.

O time celeste muito recuado, mal chegava à sua meta principal. Estava mais preocupado em marcar do que atacar, mas também, recebendo o Grêmio fora de casa, sendo ele o melhor time do returno, todo cuidado é pouco.

E mesmo com raras finalizações, o time mineiro abriu o placar, com uma “fingida” e depois o chute certeiro de perna esquerda do argentino Montillo. A partir daí, o Cruzeiro começou a entrar mais na partida, mostrando também seu lado ofensivo e explorando os lados do campo.

Chegando o final do jogo, o juiz deu três minutos de acréscimos, e parecia que a vitória celeste na primeira etapa estaria consagrada. Porém, sem justificação alguma – apesar do rápido atendimento feito ao Fábio que sentiu dores, mas repito, rápido. O juiz acrescentou mais um minuto e neste, o Grêmio faz um gol com o estreante Júnior Viçosa.

Vem o segundo tempo, e as pressões e chegadas ao ataque continuam em ambos os times. Com a entrada de Gilberto no Cruzeiro, o meio de campo ganhou mais consistência e a jogada do segundo gol do Cruzeiro, começou nos pés dele, que cruzou para Wellington Paulista fazer de cabeça. Só que o bandeirinha viu um impedimento, o qual não existiu, e tirou a vitória do time visitante.

Minutos depois, Thiago Ribeiro derruba Gilson dentro da área, e pênalti claríssimo. O artilheiro Jonas bate e faz o gol, e o juiz, conturbado juiz, manda voltar. Ao fazer a segunda cobrança, Jonas balança as redes de novo. E fica assim 2 a 1 para o Grêmio.


#Fique por Dentro: Cruzeiro (49%) de chance de ser campeão, Fluminense (31%) e Corinthians (9%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger