terça-feira, 19 de outubro de 2010

Com sabor de chocolate, Real Madrid vence Milan por 2 a 0

Desde o apito do arbitro, a hegemonia do Real Madrid foi enorme, não apenas no primeiro tempo, mas no segundo também. O time marcava muito bem e antecipava seus jogadores. Enquanto o Milan não conseguia se ajustar e cada vez piorava a marcação.

O primeiro gol saiu do ilustre, craque, melhor em campo, Cristiano Ronaldo. Em uma falta que a barreira do Milan falhou. E depois de apenas um minuto, foi a vez de Ozil balançar as redes, com um chute que desvia no jogador adversário e engana o goleiro.

Depois disso, foi ainda mais pressão do time da casa. Poderia ter saído bem mais gols, mas por falta de sorte, não vieram, pois oportunidades é o que não faltaram.

O trio-fantasia como dizem os torcedores do Milan, não funcionou. Ronaldinho Gaúcho, Pato e Ibrahimovic mal tiveram suas oportunidades, e nas poucas que tiveram não souberam aproveitar.

O Real por sua vez, estava impecável, relatei que Cristiano Ronaldo foi o melhor em campo, mas não só ele, o time todo jogou uma bola espetacular, com a ajuda, claro, da péssima marcação do Milan.

Na metade do primeiro tempo, o Milan começava a se encaixar, chegava mais ao ataque, porém quando perdia a bola, a subida fumegante dos jogadores do Real, faziam com que o contra-ataque desse ainda mais perigo ao gol de Amelia. Dificultando ainda mais para o time visitante.

Vem o segundo tempo, e a grandeza do Real Madrid continua a mesma. Eles fizeram o Milan de gato e de sapato. Infelizmente, uma perda para o futebol, que esperava um clássico equilibrado, e viu-se apenas um time jogar. O time do craque Ronaldinho Gaúcho, simplesmente não funcionou e nem ele. A defesa era desastrosa, os laterais erravam muito, o meio de campo não tinha ligação com o ataque, e quando perdiam a bola na área do adversário, não tinham estrutura para subir e acompanhar.

E para tentar melhorar a situação, o técnico Massimiliano Allegri tirou Ronaldinho Gaúcho e colocou o outro brasileiro Robinho. Este que foi vaiado muito pela torcida. Ele tentou até mudar a cara do jogo, e começou com um bom chute para o mero espectador Casillas. Mas nada adiantou.

Milan apagado, desastrado, deixa o campo com uma péssima derrota, mas por um lado, tem que agradecer, pois só não tomaram muitos gols, por sorte, se é que ela existiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger