sábado, 19 de fevereiro de 2011

O cara: Ronaldo Fenômeno

Ronaldo como muitos outros jogadores, começou a sua carreira futebolística no futsal. Tentou treinar no Flamengo, mas acabou parando no São Cristóvão e de lá foi indicado pelo Jairzinho a jogar no Cruzeiro (sua ex-equipe), onde se profissionalizou, começando a carreira de um dos maiores jogadores do mundo.

Com apenas 16 anos, ele já jogava pelo Cruzeiro e em 59 partidas disputadas pelo clube mineiro, marcou 57 gols, fazendo atuações incríveis, encantando a todos. Com este enorme talento, com dezessete anos foi convocado para fazer parte da Seleção Brasileira de 1994, a qual foi campeã e logo após a Copa do Mundo, assinou contrato com o PSV Eindhoven da Holanda.

Em 95, foi campeão e também artilheiro do Campeonato Holandês, marcando 66 gols em 71 partidas. Com um futebol invejável e raro, foi despertando os olhares de grandes times, e no ano seguinte, foi comprado pelo Barcelona, conquistando a Copa do Rei, a Supercopa da Espanha e a Re-Copa da Europa, fazendo jus ao apelido ganho, "Fenômeno".

Do clube espanhol, foi defender a camisa italiana da Inter de Milão, onde não decepcionou os torcedores. Mesmo perdendo o Campeonato Italiano para a Juventus presenteou o clube com a Copa da UEFA.

Já em 98, na inesquecível final da Copa do Mundo, contra a França, poucas horas antes do jogo, Ronaldo sofreu uma estranha convulsão, mesmo assim foi para o jogo, não correspondendo como esperava, viu a Seleção Brasileira, perder por 3 a 0 pela França de Zidane.

Todavia, o pior estaria por vir, num jogo pela Inter contra a Lecce, sofreu uma contusão no joelho, ficando cinco meses parado. Já recuperado, no jogo de sua "volta" contra a Lazio, apenas aos sete minutos, sofreu uma contusão no mesmo joelho, porém, ainda mais séria, tendo de ficar um ano e cinco meses em tratamento. Para muitos, era o fim da carreira do Fenômeno, que tinha apenas vinte e quatro anos na época.

Com muita luta e perseverança, Ronaldo voltou a jogar pela Inter em 2001, e na temporada, viu seu time perder mais uma vez para rival Juventus.

Mas dias melhores vieram, e em 2002 estava ele lá, mais uma vez convocado para a Seleção Brasileira pelo técnico Zagallo para a Copa do Mundo na Coréia-Japão. Decisão que surpreendeu muitos críticos, que preferiam ver outro atacante ao invés de Ronaldo.

O craque “queimou a língua” de muitos, se tornando o artilheiro da Copa com oito gols, conquistando mais uma taça para o Brasil, e sendo eleito pela terceira vez, o melhor jogador do mundo.

Da Inter foi para o Real Madrid, onde fez parte do time chamado de “Galácticos”, que possuía várias “estrelas” como: Roberto Carlos, Raul, Luis Figo, David Beckham, Zidane e outros, conquistando o Campeonato Espanhol.

Participando de mais uma Copa do Mundo, em 2006, amargou a derrota ainda nas quartas-de-final pela França por 1 a 0. Porém, os três gols que marcou na competição, deram a ele o título de maior artilheiro de todos os tempos em Copas do Mundo, com um total de 15 gols em 4 participações.

Na temporada 2006/07, criticado pelo seu excesso de peso no Real Madrid, deixou o time e se transferiu para o Milan. No time italiano foi ótimo, fazendo gols importantes, alegrando ainda mais o torcedor. Mas o pesadelo voltara, e o Fenômeno sofreu uma ruptura no tendão patelar do joelho esquerdo, a mesma contusão que teve em 1999 e 2000 quando atuava pela Inter de Milão.

Recuperando-se da lesão, chegou a treinar no clube da Gávea, Flamengo, o qual se dizia torcedor declarado. Mas foi com o Corinthians que acertou sua volta, e no dia 9 de dezembro de 2008 foi anunciado como jogador do Timão.

Em seu segundo jogo pela camisa alvinegra, um clássico contra o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista, marcou seu primeiro gol de cabeça, fazendo uma estreia simplesmente fenomenal. Naquele ano consagrou se campeão invicto do Estadual e foi importante também para o time, na Copa do Brasil, onde fez um gol decisivo na final, na partida de ida contra o Internacional, conquistando mais um título para o Corinthians. Terminando o ano com um total de 23 gols, sendo 12 deles pelo Campeonato Brasileiro.

Mas 2010 seria um ano daqueles, bem acima do peso e com várias lesões, viu o clube paulista sair da Libertadores pelo Flamengo - principal ambição do clube no ano do centenário. Neste ano, marcou apenas seis gols nas 27 partidas que realizou, sendo onze pelo Brasileiro.

Ficando apenas em terceiro lugar no campeonato Brasileiro, foi para a prévia da Libertadores, perdendo para o Tolima por dois a zero fora de casa depois de um empate sem gols no Pacaembu. Após a desclassificação, e das revoltas dos torcedores, no dia 14 de fevereiro de 2011, Ronaldo anunciou a sua aposentadoria, alegando que “a cabeça até queria continuar, mas o corpo não aguenta”, era o fim de uma carreira belíssima e inigualável.

Ronaldo, Ronaldinho, ou simplesmente, aliás, ou especialmente fenômeno, conseguiu o feito de ser eleito três vezes melhor do mundo, ser campeão de duas Copas do Mundo, ser adorado e aplaudido por equipes rivais europeias, e fazer uma nação parar para assistir sequer apenas um toque seu na bola.

8 comentários:

  1. Ainda não acredito que meu grande idolo se aposentou.
    E ai na sua opinião,quem será o proximo "Ronaldo"?
    Beijos e um otimo domingo
    ............................
    Novo post >>>RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir
  2. Caramba.. que pergunta hein rapaz? Muito difícil de responder. Ronaldo fenômeno pra mim foi o cara que mais se aproximou de Pelé, e um jogador parecido com ele, é algo raro. Hoje no Brasil, temos em destaques grandes jogadores, e no caso de atacante, diria Neymar, mas ainda com uma certa insegurança.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Roberta!

    Tudo bem? Espero que sim!

    Encontrei seui blog - bem bacana por sinal - através do Paulo André 13.

    Certa vez eu fui ao jogo Cruzeiro 1x2 Flamengo, pelo Brasileirão de 92 e o tal moleque fizera o gol celeste, ainda bem que tínhamos Marcelinho (ex-carioca) e Rogério, que depois também jogou pelo Cruzeiro, para nos dar a vitória. Voltei contente para o Rio, mas mais contente ainda de poder ver o início da brilhante carreira de Ronaldo.

    Entretanto, não o considero gênio, acho que o apelido fenômemo cai bem pra ele, iguais a eles aparecem de vez em quando. A sorte dele é que a mídia em cima dele foi muito grande, por isso um dos motivos por ele ter sido o que foi.

    Como já lhe disse admiro o futebol dele, mas ainda prefiro Van Basten, Careca, Romário. Citei alguns que considero gênios e da mesma posição do claroronaldo#prasempre etc.

    Pra finalizar, parabéns pelo Blog.

    SRN

    ResponderExcluir
  4. Olá, Roberta!
    Achei seu blog interessante e gostaria de fazer uma parceria.
    Caso seja do seu interesse, o endereço do meu blog é: http://emarguitte.zip.net/
    Abraços
    Edson Marguitte

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Orlani e fico feliz que tenha gostado do blog. Mas vou descordar de você meu caro amigo. Ronaldo não recebeu esse apelido à toa, e muito menos por conta da mídia, ele mesmo fez jus ao seu nome. Pra mim foi o jogador que mais se aproximou de Pelé, suas jogadas geniais e maravilhosas por todos clubes em que passou descreve isso melhor do que eu. Simplesmente, fenomenal, e acho que isso ninguem muda.

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Edson Marguitte. Já coloquei o teu blog nas minhas parcerias.

    ResponderExcluir
  7. Ele é REALMENTE o cara.Pra mim é o melhor jogador de futebol que vi jogar até hoje!

    Ele sim é o exemplo de um autêntico brasileiro.Parabéns ronaldo ,por tudo o que nos presenteou como jogador e como brasileiro!

    Somos gratos a tudo o que vc fez por nosso país através do futebol.Devemos muito a você.E em relação a seu peso,a derrota por não ter um título de Campeão Brasileiro ou da Libertadores,entre tantos outros aspectos,já não interessa,apesar quem somos nós para criticarmos você?

    Somos todos suscetíveis a erros,caso contrário não seríamos humanos.Ninguém é perfeito,exceto Jesus Cristo que é santo,contudo,quem não errou que atira a primeira pedra...

    Pena que não vi Pelé jogar,mas Pelé é o mito,o inigualável e conforme a Roberta falou,foi pra mim,o que tmb mais se aproximou de Pelé,o maior do futebol.
    ____________________________________________

    Roberta,já estou te seguindo no Twitter e também já sou seguidor no seu blog,e se quiseres aceitar parceria conosco,me avise
    ( rodrigocarvalho.go@gmail.com )que coloco teu link na Coluna de Sites Parceiros do Digão Futebol.


    http://www.digaofutebol.com/

    ResponderExcluir
  8. Concordo contigo em tudo Rodrigo e obrigada pela visita, volte sempre.
    E vou coloca-lo em meus parceiros.

    ResponderExcluir

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger