quinta-feira, 5 de abril de 2012

Com lances polêmicos, Barcelona se classifica para as semifinais


Duas das equipes mais famosas do mundo se reencontraram no Camp Nou, depois de uma partida por 0 a 0, no San Siro, pelo primeiro jogo das quartas de final da Champions League. A equipe italiana precisaria de apenas um empate com gols para avançar na competição.

E foi ela quem chegou primeiro ao ataque, aos 4 minutos, mas logo, num contra-ataque a equipe catalã reagiu e depois de dois minutos, finalizou mais uma vez, com a bola nos pés do maior craque do mundo, Lionel Messi.

Na linha intermediária, o lateral italiano, dá uma bobeada, Messi aproveita e dá o passe para Fábregas, que não aproveitou a oportunidade. Mas Antonini fizera falta dentro da área e o árbitro marcou pênalti para o Barça. E aos 10 minutos e 40 segundos, Messi abre o placar.

Barcelona não deixou espaços para a equipe comandada por Allegri jogar, assim, o meio-de-campo do Milan ficara perdidos e bons trabalhos e posse de bola não estavam sendo uma realidade naquele momento. Como de praxe, a equipe catalã detinha 60% de posse de bola.

Todavia, numa linda jogada de raça de Boateng, Robinho recebe, dribla e rola pra Ibrahimovic, que com passe certeiro toca para Antonio Nocerino, que com o pé bastante calibrado, aos 33 minutos, empata o jogo.

Os rossoneros empolgados com o empate cresceram no jogo. Só que aos 40 minutos, em uma cobrança de escanteio, com confusão dentro da área, Busquets é puxado pela camisa, e foi marcado mais um pênalti. Convertido, de novo, por Messi.

Aos 43, Barça chega mais uma vez ao ataque e por pouco não amplia o placar, com um chute ao gol bem defendido por Abbiati.

Já de volta para o segundo tempo, aos 53 minutos, a bola sobra para Iniesta, que chutando por cima do goleiro faz o terceiro para a equipe de casa. Aos 61, a bola sobra pra Robinho, que perde na cara do gol, mas o arbitro fatalmente e erroneamente dá toque de mão de Robinho na bola.

Num toma-lá-da-cá, depois de quatro minutos, Piqué, faz um lançamento para Messi, que rola para Thiago Alcantara, que por pouco não faz a vitória da equipe comandada por Pep Guardiola virar uma goleada.

Com muito equilíbrio, o jogo continuou da mesma forma e com o mesmo placar. Com pênaltis bem polêmicos, e com participação, de costume, do melhor do mundo Messi, a equipe espanhola avança para as semifinais. Enquanto a equipe italiana, que apesar de ter mais títulos do que a equipe do Barça, na Liga dos Campeões, dessa vez, a vantagem em números, não fez diferença.

OBS: Puyol se torna o segundo a vestir em mais tempo a camisa do Barcelona, são 500 jogos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger