quarta-feira, 25 de abril de 2012

Pedra na chuteira


Chelsea encarou Barcelona no jogo de volta pela semifinal da Champions League no Camp Nou e surpreendeu a maioria dos cartolas. O jogador brasileiro Ramires fez gol de cobertura, já quando estava dois a zero para o Barça, e depois, Fernando Torres empatou o jogo acabando com qualquer tipo de reação da equipe catalã.

Ao apito inicial quem chegou ao campo de ataque primeiro foi Chelsea, mas logo aos 3 minutos, Messi numa tabelinha com Alexis Sanchez, chuta pra fora. O time espanhol tentava por diversas vezes furar a linha defensiva, e só conseguiu aos 35 minutos, Daniel Alves dá um passe pro Cuenca pela esquerda, que rola pro meio e Busquets abre o placar. Um minuto depois, John Terry é expulso por dar joelhada nas costas de Sanchez.
Aos 42, Alexis Sanchez dá passe para Messi que rola pra Iniesta que atinge a meta no canto esquerdo do goleiro. A torcida ficou eufórica. 2 a 0, ainda no primeiro tempo, era a certeza de que iriam para mais uma final.

Mas para atrapalhar a alegria dos espanhóis, o brasileiro Ramires, com passe na medida dado por Lampard, de cavadinha faz um lindo gol, com este placar a classificação seria para o time inglês.

Ainda no primeiro tempo, o árbitro dá pênalti para a equipe de casa pela falta feita por Drogba, e incrivelmente Messi erra, chutando a bola pra cima do travessão, completando mais um jogo que o melhor do mundo não consegue fazer gol nos ingleses, a grande pedra no sapato, ou melhor, na chuteira do argentino.

No segundo tempo, Barça voltou bem ofensivo e aos 53 minutos, num cruzamento de Daniel Alves, Alexis Sanchez cabeceia pra fora. A segunda etapa complementar fora totalmente defesa contra o ataque. A equipe comandada por Pep Guardiola até conseguiu furar uma defesa tão sólida, aos 81 minutos, só que Daniel Alves estava adiantado, não validando o gol.

Messi desapareceu no jogo, não fazia as mesmas arrancadas, enfim, não jogou os próximos 45 minutos brilhantemente como o esperado. Chelsea, por sua vez, conseguiu aguentar a pressão, e com um belo presente, Fernando Torres que tinha entrado no segundo tempo, aos 92, recebendo um lançamento de Bosingwa, ficou sozinho, de cara com o goleiro Valdés, driblou e empatou o jogo.

Todos os jogadores ingleses se juntaram para comemorar e surpreenderam a muitos, por ter tirado o Barcelona e chegado à final. Agora os azuis esperam o vencedor do jogo Real Madrid vs. Bayern de Munique, para saber quem será seu próximo adversário. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger