sábado, 20 de outubro de 2012

Virada Heroica

No último minuto de jogo, recebendo lançamento de Ronaldinho, zagueiro Leonardo Silva manda de cabeça e vira o placar a favor do vice-líder

O decisivo jogo do Atlético MG contra o Fluminense na Arena Independência começou elétrico. Também, não era pra menos.  O Fluminense possui 70 pontos, nove a mais do que o vice-líder Atlético. A sua vitória praticamente reafirmaria sua liderança aumentando sua vantagem para 12 pontos, e para o Galo, essa vitória seria fundamental para continuar na briga pelo título.

O time carioca é o melhor visitante do campeonato, com 74% de aproveitamento, já o time mineiro nunca perdeu em casa. Essa briga de Galo com Cartola prometia ser fervorosa, e foi.

Em poucos minutos de jogo, já parecia ter passado minutos, não parava. Bola lá e cá. Aos 5 minutos, em uma boa jogada de Leandro Donizete com Ronaldinho, um dos melhores neste primeiro tempo, Donizete recebe a bola no peito e manda em cima do gol.

Depois de apenas três minutos, mais uma jogada perigosa. Num contra-ataque, Bernard avança pela esquerda e lança pra Jô, que chuta e Cavalieri defende. A lateral direita do time carioca como seus dois meios de campo, Deco e Thiago Neves, estavam muito mal no jogo. A lateral ficava sem marcação alguma – foi onde ocorreu a maioria das jogadas do Galo – já Deco e Neves, parecia nem estar na partida, totalmente desligados.

Aos 15, numa enfiada de bola do Marcos Rocha, encontrou o atacante Guilherme que correu pela diagonal para receber e chutou por cima do travessão. Aos 20, cobrando falta, Ronaldinho Gaúcho abre o placar, mas o gol foi anulado porque o zagueiro Leonardo Silva fez sobrecarga na barreira do Fluminense. A torcida ficou injuriada, gritando “vergonha” várias vezes, mas a falta foi bem marcada, apesar de que, ainda dará muito pano pra manga.

O goleiro Cavalieri aos 36 minutos fez uma grande defesa no perigoso chute de Marcos Rocha. Aos 43, em escanteio batido por Ronaldinho, Edinho deixa Jô sozinho, que surpreende, mas manda pra fora. Um minuto adiante, Ronaldinho encontra Bernard, que fica sozinho, de frente ao goleiro, chuta, mas Cavalieri esbarra na bola, que bate na trave.

Já aos 45, numa ótima jogada de Ronaldinho Gaúcho com Bernard pela esquerda e Jô na pequena área, que manda mais uma vez para a trave, a qual salvou muito o time comandado pelo técnico Abel Braga, neste primeiro tempo. Aos 49, o último lance perigoso e a primeira finalização do Fluminense. Thiago Neves bate falta, mas vai pra fora.

Na volta pro segundo tempo, os times voltaram mais tranquilos. Mas ainda assim, o time mineiro começou com mais pressão. Aos 5 minutos, Carlinhos ao tentar tirar uma bola de uma cobrança de falta do R49, quase faz gol contra.

Aos  10, Thiago Neves rouba bola de Bernard, passa pra Diguinho, que em velocidade encontra Bruno, que rola pra Fred pra dar assistência ao Welington Nem que manda pra dentro. Segunda finalização apenas do time carioca e o primeiro gol do jogo.

Depois de abrir o placar, a equipe mineira comandada pelo técnico Cuca começou a ficar meio perdida em campo. Assim, o Fluminense aproveitou os espaços para atacar mais e aos 14 minutos, Thiago Neves recebe de Deco que tentou cobrir o goleiro Victor, adiantado, mas o goleiro defende. 

Aos 15, Donizete após passe de Pierre, chuta pra fora. De pouco em pouco, o galo foi retornando com pressão ao jogo. Depois o time mineiro chegou a finalizar mais vezes com Leonardo Silva, Ronaldinho, Bernard e Jô. E finalmente, aos 23 minutos, na jogada de Ronaldinho com Jô, o atacante empata o jogo.

Aos 34, Bernard lança pra Jô, mas a bola vai pra fora. Aos 36 minutos, em mais uma jogada de Bernard com Jô, Jô manda de cabeça ao gol virando a partida.

Sem muito tempo para comemorar, aos 39, em jogada de troca de passes de Carlinhos com Wagner, Carlinhos rola pra Fred, que estava na pequena área, para ganhar dos zagueiros atleticanos e empatar o jogo, além de fazer seu gol de número 100.

Apesar do gol tomado, o Galo não se abateu e foi atrás da vitória, aos 46 Jô ainda cabeceia e manda pra fora. Aos 47, Ronaldinho encontra o zagueiro Leonardo Silva passando livre na pequena área e vira o jogo.

Com essa vitória contra o Fluminense, e principalmente contra a trave, a qual atrapalhou muito o time mineiro, o Atlético vai para 63 pontos e diminui a diferença contra o líder Fluminense.  Mas ainda encontrará muitas cascas grossas pela frente, se quiser ganhar o campeonato terá de fazer cada jogo como o último e torcer por derrotas do Flu. 

7 comentários:

  1. Foi o melhor jogo do campeonato sem dúvidas e o Galo esta de parabéns pela vitória, mas restando apenas 6 rodadas e pelos jogos de cada um o Fluminense dificilmente perde o título.. Parabéns pela matéria!

    ResponderExcluir
  2. Roberta,

    foi um grande jogo, com certeza um dos melhores até agora em um campeonato ao meu ver fraco técnicamente, com exeção de Flu e Galo.

    Confesso que essa onda de favorecimento ao Flu me vem deixando stressado, é uma pena, parece que todos preferem exaltar mais as polêmicas... Se quizer ver minha opinião melhor de uma passada lá no blog.

    Ainda acho que o Flu é o franco favorito.

    SOMOS FLAMENGO
    somosflamengo33.blogspot.com

    BLOG DO CLEBER SOARES
    clebersoares.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Este jogo foi uma roleta de emoções! Grande virada :) Gostei de ver!

    ResponderExcluir
  4. A diferença de 9 pontos deixava no ar a dúvida: ainda é possível? Assim continuaríamos com o empate em BH. Qualquer vitória daria certeza. 12 pontos de diferença e a fatura estaria liquidada. E 6 pontos,como de fato ocorreu com a vitoria do Galo, apimentou a coisa. São 2 rodadas em 7. Ainda dá!

    Saudações!!!

    ResponderExcluir
  5. Foi um jogão e que deixou o Atlético-MG mais próximo do título. Mas o Galo vacilou e perdeu pontos (diferente do Fluminense) e agora está fazendo o título nas mãos do Fluminense. Para se campeão agora, só um milagre.



    Comente aqui:
    http://fcgols.blogspot.com.br/2012/10/coluna-do-patryck-eliminatorias-para.html

    ResponderExcluir
  6. Tenho pra mim, que o Fluminense será o campeão brasileiro de 2012. Uma vez que seus rivais diretos na briga, quando o Flu dava uma tropeçada, os outros não aproveitavam e ainda não aproveitam. Por essas e outras, creio que ninguém tira esta taça do tricoloe.

    Abraços!

    http://futeboliza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Roberta a virada foi mais na sorte que heróica, mas valeu, foi mesmo um bom jogo (pelo lado do Flu, se é que pode me entender, é claro).

    Mas não adianta, só serviu mais uma vez, para iludir por um tempo a mais a turma que torce pelo monotítulo.

    ResponderExcluir

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger