quarta-feira, 26 de junho de 2013

Em jogo pegado, Brasil faz 2 a 1 no Uruguai e se classifica para a final

Após vencer a Itália por 4 a 2, o Brasil chegou a semifinal da Copa das Confederações para um confronto contra o Uruguai, às 16h, no estádio Mineirão em Belo Horizonte. A equipe celeste começou melhor no jogo e teve a oportunidade de abrir o placar aos 13 minutos com um pênalti marcado por falta do zagueiro David Luiz em Lugano, mas Diego Forlán ao bater a cobrança chutou forte no cantinho, e Júlio César defendeu.

Tal defesa mudou um pouco a cara do jogo, 3 minutos depois, com espaço para movimentar, Oscar chuta a distancia para a primeira finalização brasileira. O jogo estava bem pegado. Tanto a equipe brasileira quanto a uruguaia não conseguia chegar com facilidade no ataque. Os brazucas só chegaram com perigo aos 27 minutos com Hulk e depois aos 29, foi a vez dos uruguaios finalizarem com um chute a distancia dado por Forlan.

Aos 36, com muita movimentação, Marcelo tenta encontrar Fred na área, mas o atacante manda pra fora.  Aos 41, Paulinho faz lançamento para Neymar na pequena área, o atacante perde a oportunidade, mas como um bom centroavante, Fred estava lá, atento pra marcar o gol brasileiro. Em seguida, Juarez finaliza, mas vai pra fora.

No segundo tempo, logo de início a equipe uruguaia empata. A zaga brasileira bobeia, o lateral Marcelo é desarmado, e Cavani manda pra dentro. Depois o time nacional tentou chegar ao ataque por várias vezes, mas sem sucesso.

Felipão faz alterações e coloca o garoto Bernard pra entrar no lugar de Hulk, a torcida mineira foi ao delírio.  Aos 20, Forlan cobra falta e Juarez cabeceia com muito perigo e a bola vai por cima da trave. No contra-ataque, Daniel Alves avança pela direita com Bernard, que encontra Fred na pequena área, mas isola a bola, desperdiçando um lance incrível. Por diante, a equipe brasileira tentou finalizar várias vezes.

Após tanta pressão brasileira, o time uruguaio levou perigo aos 32 minutos, quando Cavani escapa da marcação de Hernanes e manda no contra pé do goleiro. Mas, ainda melhor no segundo tempo, o time brasileiro foi atrás do seu segundo gol para escapar da prorrogação e firmar sua classificação a final.

Assim aos 40 minutos, Neymar cobra escanteio e Paulinho sobre mais que a zaga fazendo o último gol da partida. Todos os jogadores foram comemorar com o volante. Mesmo com o gol no finalzinho, o time celeste não desistiu e foi atrás do empate, dando muito sufoco para o Brasil. Contudo após os acréscimos de 3 minutos, o juiz encerra a partida. O próximo confronto para o Brasil será no Maracanã, Rio de Janeiro, contra a Espanha ou Itália, que jogarão amanhã às 16h, no Castelão em Fortaleza. 

Foto: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger