domingo, 7 de setembro de 2014

QUASE

Em jogo bastante movimentado e pegado, Cruzeiro joga bem no Maracanã, mas no finalzinho Fluminense empata a partida

O Cruzeiro enfrenta a última partida do primeiro turno, às 16h, no Maracanã, contra o Fluminense, para tentar chegar à marca de melhor campanha do primeiro turno do Brasileirão de pontos corridos, desde 2006. Para tal, um empate já seria necessário para a Raposa, que é líder com 42 pontos.

O Cruzeiro foi a campo com o time um pouco diferente, sem contar com seus destaques Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart, Lucas Silva e Alisson que estão servindo à Seleção Brasileira do técnico Dunga e a Seleção sub-21. Além destes, Bruno Rodrigo, Borges, Egídio e Dagoberto estão machucados.

Já do lado das Laranjeiras, Rafael Sobis, Valencia, Edson e Carlinhos estão no departamento médico. O goleiro Diego Cavalieri e o zagueiro Gum, também estão em recuperação.

PRIMEIRO TEMPO
Em pouco tempo, a equipe mineira abriu o placar no Rio de Janeiro, após jogada perigosa, com pé alto, na pequena área, o juiz assinalou pênalti de Cícero em Samúdio. Aos 14 minutos, Júlio Baptista converteu para o Cruzeiro.

Samúdio sentiu dores e pediu para sair. Ceará entrou no lugar. Logo após substituição, Conca cobra escanteio e Elivelton desvia e Wagner (ex-cruzeiro) estava lá, sozinho, para de cabeça, empatar a partida.

O empate deu mais ânimo para o time do Fluminense, que encurtou os espaços e aproveitou a lentidão da defesa do Cruzeiro. Aos 22, em um contra-ataque, Conca encontra Cícero que completa para o fundo da rede. Nesta jogada, torcedores cruzeirenses reclamaram de falta de Fred em Dedé, não assinada pelo juiz.

O Cruzeiro sentiu um pouco com o segundo gol carioca. O Flu pressionou muito o adversário buscando ampliar o placar. Com marcação forte, fez muitas faltas e viu o goleiro Fábio salvar uma oportunidade incrível com Conca, aos 42 minutos. Mas quem não faz, leva, dois minutos depois, chutando mal, de rasteiro, Júlio Baptista empata para o Cruzeiro.

SEGUNDO TEMPO
No segundo tempo, nos minutos iniciais, as duas equipes já chegaram ao ataque finalizando, mas foi a Raposa quem administrou melhor. E aos 13 minutos, diante da torcida que lotou o maracanã, no contra-ataque do Cruzeiro com Willian e Mayke, Mayke chuta em cima do goleiro, Elivelton conta errado e o matador Marcelo Morena estava lá pra fazer um golaço e levar à vitória parcial cruzeirense.

Com o gol sofrido, o Flu caiu na produtividade, e o Cruzeiro aproveitou a situação para chegar mais o ataque. Alguns jogadores do Fluminense, até pediram para que se adiantassem para levar pressão ao adversário. Mas o time azul estava bem e só não ampliou o placar por erros individuais e inacreditáveis.

O técnico Marcelo Oliveira tirou William, que estava movimentando muito, para o lugar de Farias, e a partir dos 40 minutos, o Cruzeiro recuou muito e passou a sofrer muita pressão do Fluminense e investir nos contra-ataques.

Ainda assim, aos 43, Marcelo, em frente ao goleiro, isola a bola, e desperdiça a chance de gol. Mas lá do outro lado, o Flu não deu essa mesma bobeira. Fred faz o pivô e a bola sobra para o jovem Kenedy bater sem chances para o Fábio.

Tentando a vitória, mas com receio de tomar gol e levar a derrota. Os dois times seguraram o empate por 3 a 3. O Cruzeiro permanece líder e possui a melhor campanha do segundo turno do Campeonato Brasileiro desde 2006, e o Fluminense chega ao quinto lugar, no lugar do Grêmio. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger